Cabaré clássico

sábado 28 de janeiro de 2017

crédito Lotte Lenya e Kurt Weill

Compositor de formação clássica que brilhou na área popular, Kurt Weill (1900-1950) teve alguns encontros fundamentais, como Arthur Dapieve destaca neste programa sobre o artista alemão e a tradição da música de cabaré, iniciada nos anos 1920. Um deles foi com o poeta e dramaturgo Bertolt Brecht, com quem fez parcerias inesquecíveis. Outro foi com Lotte Lenya, cantora de estilo marcante com quem ele se casou. O programa tem outros intérpretes da música de cabaré, como Marlene Dietrich e Ute Lemper.

Repertório

Weill. Die Moritat von Mackie Messer - Lotte Lenya com orquestra da CBS, regida por Roger Bean - 3:04

Weill. Nannas Lied - Ute Lemper e Kai Rautenberg (piano) - 3:42

Weill. Surabaya-Johnny - Teresa Stratas com Y Chamber Symphony, regida por Gerard Schwarz - 5:55

Hollaender. Eine kleines Sehnsucht - Ute Lemper com Matrix Ensemble, regida por Robert Ziegler - 4:04

Spoliansky. Wenn die beste Freudin - Ute Lemper com Matrix Ensemble, regida por Robert Ziegler - 2:37

Kreuder. Mein blondes Baby - Marlene Dietrich - 3:55

Abraham. Diwanpüppchen - Jonas Kaufmann e Julia Kleiter com Sinfônica da Rádio de Berlim, regida por Jochen Rieder - 4:07

Weill. Die sieben Todsünden: Prologue (3:24) e Nº 1 Faulheit (3:47) - Anne Sofie von Otter, James Sims, Karl-Heinz Lampe, Christtfried Biebrach e Frederick Martin com Sinfônica da Rádio do Norte da Alemanha, regida por John Eliot Gardiner

Weill. Der kleine Leutnant des lieben Gottes - Teresa Stratas com Y Chamber Symphony, regida por Gerard Schwarz - 5:28

Weill. Youkali - Ute Lemper com Rádio do Setor Americano em Berlim, regida por John Mauceri - 5:43 

Weill. Speak low - Lotte Lenya com orquestra da CBS, regida por Maurice Levine - 2:52

 

Prelúdios é apresentado no último sábado de cada mês, às 20h, na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz), e reapresentado na segunda-feira seguinte, às 22h.

Apresentação: Arthur Dapieve

Edição e sonorização: Filipe Di Castro

Prelúdios

mais informações sobre o programa

O programa Prelúdios busca explorar os mui distintos aspectos da música clássica. Pode ser tratando de um compositor, de um intérprete, de um gênero específico etc. O que importa é ressaltar a imensa variedade e riqueza desse universo, oferecendo prazer.

De escolas e tempos distintos, Bach, Chopin e Debussy foram os autores dos prelúdios mais executados do repertório clássico. São peças que servem de introdução a trabalhos maiores e mais complexos, mas que não deixam de ter seus próprios encantos.

Prelúdios também é apresentado no último sábado de cada mês, às 19h, na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz), e reapresentado na segunda-feira seguinte, às 22h.

Arthur Dapieve entrou na música clássica pela porta do rock progressivo dos anos 1970. Ao ouvir o grupo Yes tocando Brahms ou o trio Emerson, Lake & Palmer tocando Mussorgsky, quis chegar aos originais. Nunca mais os abandonou. Jornalista na área de cultura desde 1986, tem uma coluna semanal no jornal O Globo desde 1993. Escreveu 11 livros, entre ficção e não ficção, como BRock – O rock brasileiro dos anos 80 e Renato Russo – O trovador solitário. É professor de Jornalismo Cultural na PUC-Rio e membro do conselho de programação da Sala Cecília Meireles.

 

outros