Tom Jobim - Antonio bem brasileiro

domingo 29 de janeiro de 2017

crédito Detalhe de foto de Ana Lontra Jobim

Algumas das músicas mais explicitamente brasileiras de Tom Jobim foram gravadas nos Estados Unidos, na década de 1970. São os casos, por exemplo, de Águas de março, do disco Matita Perê (1973), e de Boto e Saudade do Brasil, de Urubu (1976). Também nos EUA ele gravou o histórico álbum Elis & Tom, em 1974. Nas décadas de 1980 e 1990, gravou mais no Brasil, falando em entrevistas da destruição da natureza e compondo músicas que tocavam no assunto, como Passarim. O maestro morreu em 8 de dezembro de 1994, em Nova York. Este episódio fecha a série em homenagem aos 90 anos que Tom Jobim completaria em 25 de janeiro. 

Repertório

Águas de março (Antonio Carlos Jobim) – Tom Jobim e orquestra

Boto (Antonio Carlos Jobim e Jararaca) – Tom Jobim, Miúcha e orquestra

Chovendo na roseira (Antonio Carlos Jobim) – Elis Regina e Tom Jobim

Passarim (Antonio Carlos Jobim) – Tom Jobim e Banda Nova

Saudade do Brasil (Antonio Carlos Jobim) – Tom Jobim e orquestra

 

Apresentação: Luiz Fernando Vianna (com Petria Chaves, da CBN)

Roteiro: Luiz Fernando Vianna

Edição e sonorização: Filipe Di Castro

Música é História - Batuta na CBN

mais informações sobre o programa

O programa se vale de canções brasileiras para retratar tipos, situações e histórias da vida nacional. Após uma série dedicada aos grandes compositores brasileiros, em maio de 2016 iniciou-se uma sobre os cem anos do samba. Vai ao ar aos domingos, às 14h50, na CBN e, com as músicas na íntegra, entra pouco depois na Batuta.

Foto: Pixinguinha, por David Drew Zingg

outros