Ouve essa

O programa semanal é destinado a pescar pérolas pouco conhecidas do acervo musical do IMS. A matéria-prima são as coleções dos pesquisadores José Ramos Tinhorão e Humberto Franceschi. A seleção dos fonogramas é de Joaquim Ferreira dos Santos. O ouvinte da Batuta pode fazer suas pesquisas em acervo.ims.com.br. É necessário utilizar o navegador Mozilla Firefox.

Sei de tudo

Sei de tudo

Carmen Costa, intérprete de todos os gêneros, lançou em 1955 o amargo samba-canção Sei de tudo, composto por Cláudio Luiz Pinto.

16.08.2017

Canção de amor

Canção de amor

Demorou um pouco, mas aos 30 anos Elizeth Cardoso emplacou seu primeiro grande sucesso, Canção de amor (Chocolate e Elano de Paula). Desde essa gravação de 1950, estourada no início do ano seguinte, ela nunca mais deixou de ser reconhecida como uma das maiores intérpretes brasileiras.

09.08.2017

Dobrado de amor a São Paulo

Dobrado de amor a São Paulo

Antonio Maria, Vinicius de Moraes e Aracy de Almeida gostavam de viajar juntos do Rio para São Paulo. O amor dos três pela capital paulista resultou neste dobrado: composição de Maria e Vinicius, interpretação de Aracy em 1954, nos 400 anos da cidade. Acompanhamento da Orquestra Tabajara.

02.08.2017

Olhos negros

Olhos negros

Custódio Mesquita compôs fox-trots que estão entre os mais melodiosos e dançantes momentos da música brasileira. Um deles é Olhos negros, gravado em 1943 pelo novato Nelson Gonçalves.

26.07.2017

Barão das cabrochas

Barão das cabrochas

O grupo Quatro Ases e Um Coringa foi um dos conjuntos vocais que fizeram sucesso na década de 1940 e influenciaram João Gilberto. Em 1945, de olho no carnaval do ano seguinte, eles gravaram Barão das cabrochas, da grande dupla de compositores Bide e Marçal.

19.07.2017

Tome continha de você

Tome continha de você

Elza Laranjeira (1925-1986) ficou mais conhecida como intérprete romântica, mas também acertava no samba, como prova a gravação de Tome continha de você, lançada em 1960, pouco após a morte da autora da música, Dolores Duran.

12.07.2017

Minha linda Salomé

Minha linda Salomé

Bob Nelson (1918-2009) era um cantor que se vestia de caubói, simulando ser um astro de faroeste. Chamava-se, na verdade, Nelson Roberto Perez e lançou sucessos como Minha linda Salomé (Denis Brean e Victor Simon), declaração de amor a uma vaca.

05.07.2017

Faça o mesmo

Faça o mesmo

Emilinha Borba fez muito sucesso com marchinhas e rumbas, mas também cantava outros gêneros, como prova este choro ligeiro. A gravação da composição de Nássara e Eratóstenes Frazão é de 1939, quando ela ainda se apresentava como Emília Borba. (Na foto, com o compositor Denis Brean.)

28.06.2017