Prelúdios

Arthur Dapieve apresenta o programa, que estreou em 2013. Ele é jornalista desde 1986, trabalhando na área de cultura no "Jornal do Brasil" e em "O Globo", do qual é colunista, além do site "NoPonto". Tem dez livros entre ficção e não ficção, alguns sobre música, como BRock - o rock brasileiro dos anos 80 (1995) e Renato Russo - O trovador solitário (2000). Escuta música clássica desde que era um adolescente fã de rock progressivo e hoje dedica a Bach, Tchaikovsky e Mahler a maioria do seu tempo.

No reino da Dinamarca

No reino da Dinamarca

O país onde se passa a tragédia de Hamlet tem uma forte tradição musical. Arthur Dapieve seleciona peças de compositores importantes como Carl Nielsen (foto), marginalizado enquanto viveu (1865-1931), glória nacional hoje.

28.10.2017

Freire e o piano em Brahms

Freire e o piano em Brahms

O novo CD de Nelson Freire, mais uma prova de que o brasileiro é senhor do repertório romântico, tem um ótimo efeito colateral, segundo Arthur Dapieve: o desejo de ouvir mais interpretações das peças de Brahms para piano. Ele selecionou quatro (uma de Glenn Gould), além de duas de Freire.

30.09.2017

Sergio Roberto de Oliveira

Sergio Roberto de Oliveira

O compositor Sergio Roberto de Oliveira morreu em julho, aos 46 anos, de câncer no pâncreas. Arthur Dapieve homenageia neste programa o artista, ressaltando aspectos como sua capacidade de diluir as fronteiras entre a vanguarda erudita do século XX e a música popular brasileira.

26.08.2017

Música nos campos

Música nos campos

Arthur Dapieve dedica o programa aos músicos que foram vítimas do Holocausto. Há, por exemplo, peças de Pavel Haas (na foto, com a mulher e a filha) e Erwin Schulhoff, mortos nos campos, e o "Quarteto para o fim dos tempos", de Olivier Messiaen, tocado para prisioneiros de guerra como ele.

29.07.2017

Rosana, cravo e Marcelo

Rosana, cravo e Marcelo

Instrumento tão associado à música barroca, o cravo é muito ouvido no Rio de Janeiro graças, sobretudo, a Rosana Lanzelotte e Marcelo Fagerlande. Os dois protagonizam o novo programa de Arthur Dapieve, que tem no repertório peças de Bach, Haydn, Nazareth e outros.

24.06.2017

Monteverdi, quatrocinquentão

Monteverdi, quatrocinquentão

Nos 450 anos de Claudio Monteverdi, tido como o inventor da ópera, Arthur Dapieve apresenta árias, peças sacras e madrigais que demonstram a atemporalidade da obra do compositor renascentista.

27.05.2017

Quatro anos…

Quatro anos…

O programa de Arthur Dapieve completa quatro temporadas com uma edição em que não há um tema costurando o repertório. O prazer de compartilhar o amor pela música clássica moveu suas escolhas: peças de Beethoven, Mozart, Mahler e outros, por intérpretes como Igor Levit (foto).

29.04.2017

Os noturnos

Os noturnos

Gênero criado pelo irlandês John Field (imagem), o noturno ganhou este nome por causa de seu formato livre, que se assemelha a divagações. Chopin é o nome maior, mas Arthur Dapieve seleciona outros compositores importantes, incluindo os brasileiros Ernesto Nazareth e Radamés Gnattali.

25.03.2017