Prelúdios

Arthur Dapieve apresenta o programa, que estreou em 2013. Ele é jornalista desde 1986, trabalhando na área de cultura no "Jornal do Brasil" e em "O Globo", do qual é colunista, além do site "NoPonto". Tem dez livros entre ficção e não ficção, alguns sobre música, como BRock - o rock brasileiro dos anos 80 (1995) e Renato Russo - O trovador solitário (2000). Escuta música clássica desde que era um adolescente fã de rock progressivo e hoje dedica a Bach, Tchaikovsky e Mahler a maioria do seu tempo.

Piano à espanhola

Piano à espanhola

Nem só de intensas peças para violão vive a música espanhola. Arthur Dapieve selecionou belas composições feitas para piano por De Falla, Mompou, Granados e outros. Todas as intérpretes do programa são mulheres, como a catalã Alicia de Larrocha (foto).

27.08.2016

O selvagem da ópera

O selvagem da ópera

Carlos Gomes, nascido há 180 anos, é o maior compositor brasileiro de óperas, tendo se consagrado também na Itália. Árias de "Il Guarany" - cuja Protofonia abre "A hora do Brasil" e este programa -, "Fosca" e "Lo schiavo" estão na seleção de Arthur Dapieve.

30.07.2016

Todas as manhãs com Bach

Todas as manhãs com Bach

As seis suítes para violoncelo compostas por Bach eram praticamente desconhecidas até que o catalão Pau Casals as descobriu, por acaso, e começou a torná-las populares, além de um desafio para os músicos. Arthur Dapieve selecionou versões de Mstislav Rostropovich, Antonio Meneses e...

25.06.2016

Poder feminino

Poder feminino

Arthur Dapieve reúne peças compostas por mulheres. Entre elas estão Chiquinha Gonzaga, que se impôs numa sociedade brasileira ainda mais patriarcal do que a atual; Clara Schumann e Alma Mahler (foto), cujas obras conseguiram não ser completamente sufocadas pelas de seus célebres maridos.

28.05.2016

No embalo das valsas

No embalo das valsas

O infalível "Danúbio azul", de Strauss II, abre o programa, mas Arthur Dapieve mostra que há muito mais a se apreciar no terreno belo e às vezes melancólico das valsas: Schubert, Chopin, Tchaikovsky, Ravel e os brasileiros Nazareth, Villa-Lobos e Mignone.

30.04.2016

Guiomar, a dos olhos ébrios

Guiomar, a dos olhos ébrios

Claude Debussy, ao vê-la tocar em Paris com apenas 15 anos, disse que Guiomar Novaes tinha "os olhos ébrios de música". Para Arthur Dapieve, a pianista "era capaz de derreter os corações mais empedernidos", como provam as gravações escolhidas por ele para o programa.

26.03.2016

Jonas Kaufmann, o tenor da moda

Jonas Kaufmann, o tenor da moda

A pinta de galã contribui para o sucesso de Jonas Kaufmann, mas é graças a fatores apenas artísticos que o alemão está no papel de astro maior do canto lírico na atualidade. Arthur Dapieve selecionou momentos exemplares do tenor, como em árias de Wagner e Verdi.

27.02.2016

Milhaud e o Brasil

Milhaud e o Brasil

O compositor Darius Milhaud morou no Rio de Janeiro entre 1917 e 1919 e voltou para a França fascinado pela música brasileira. Sua obra mais famosa, "O boi no telhado", e a suíte "Saudades do Brasil" são provas que Arthur Dapieve comenta em seu programa, agora intitulado "Prelúdios".

30.01.2016