Em 15 de outubro completam-se 50 anos da morte de Cole Porter, um dos gigantes da composição americana, nascido em 1891 em Peru, Indiana. Foi um dos principais artistas do mundo entre as décadas de 1920 e 1950, da era do jazz à idade do rock. Milionário, bon vivant, inteligente, sarcástico, foi brilhante em grande parte das mais de 800 canções que fez. Criou um estilo inconfundível em seus 45 musicais de teatro e nos 26 filmes, sendo 11 com canções originais.

Profundo conhecedor da obra do compositor, o jornalista João Máximo preparou especialmente para a Batuta este documentário em 10 episódios. O último entrará no site exatamente em 15 de outubro. Além de iluminar vários aspectos da música do autor de Night and day, demostrando o que é o estilo Cole Porter, o documentário apresenta gravações raras, que João Máximo extraiu de sua ampla discoteca. O resultado é que uma grande quantidade de informações é ilustrada por muitas e boas músicas, algumas praticamente desconhecidas.