Pedro Paulo Malta e Rodrigo Alzuguir apresentam a família de Geraldo Pereira, com destaque para a incrível figura de Mané Araújo (dentes de ouro, três mulheres em casa, espécie de dono do morro de Mangueira). Mané era irmão mais velho do compositor e foi responsável pela mudança dele de Juiz de Fora para o Rio de Janeiro. Quando Geraldo deixou a mãe doente em casa para fazer um show, encontrando-a morta ao voltar, os dois brigaram de vez. A escola de samba que o mineiro integrou por mais tempo não foi a Estação Primeira, e sim a Unidos de Mangueira.

Repertório

Falsa baiana (Geraldo Pereira) – João Gilberto, 1973
Samba pro concurso (Geraldo Pereira e Moreira da Silva) – Moreira da Silva, 1943
Polícia no morro (Geraldo Pereira e Arnaldo Passos) – Geraldo Pereira, 1952
Conselho de amigo (Aluísio Dias e Geraldo Pereira) – Aluísio Dias, década de 1970
Roubaram o livro de ouro (Geraldo Pereira e Arnaldo Passos) – Geraldo Pereira e Suas Pastoras, 1948
Na subida do morro (Moreira da Silva e Ribeiro Cunha) – Moreira da Silva, 1952
Adeus, Mangueira (Zé Espinguela) – Neuma, 1999
Escurinha (Geraldo Pereira) – Cartola, 1977

Depoimentos de Professor Araújo e Tantinho da Mangueira

Concepção, pesquisa e apresentação: Pedro Paulo Malta e Rodrigo Alzuguir

Edição: Filipe Di Castro