Afetado pela crise na Broadway, decorrência da depressão econômica que se seguiu à quebra da Bolsa de Nova York, Gershwin voltou a Hollywood em agosto de 1936, conta João Máximo neste episódio. Encontrou em dois filmes um intérprete perfeito para suas composições: Fred Astaire. Duas semanas de apresentar as canções do terceiro, morreu vítima de um tumor no cérebro.  Não pôde acompanhar o sucesso que Love is here to stay, escondida no filme, faria ao longo das décadas seguintes. E não pôde ver sua consagração como o compositor americano por excelência, aquele que uniu diversas referências em canções populares de altíssima qualidade e em peças de concerto que apontavam para um grande compositor também na esfera clássica.

Foto: Fred Astaire e Ginger Rogers em Shall we dance (no Brasil, Vamos dançar?)

 

Repertório

Watch your step (George Gershwin) – Hollywood Bowl Orchestra, regência de John Mauceri

Shall we dance (George Gershwin) – Hollywood Bowl Orchestra, regência de John Mauceri

They all laughed (George Gershwin e Ira Gershwin) – Ginger Rogers (ela também dança com Fred Astaire)

Walking the dog (George Gershwin) – Los Angeles Philharmonic. Piano e regência: Michael Tilson Thomas

They can’t take that away from me (George Gershwin e Ira Gershwin) – Fred Astaire

“A damsel in distress” overture (George Gershwin) – Hollywood Bowl Orchestra, regência de John Mauceri

A foggy day (George Gershwin e Ira Gershwin) – Fred Astaire

Can’t be bothered now (George Gershwin e Ira Gershwin) – Fred Astaire

Things are looking up (George Gershwin e Ira Gershwin) – Fred Astaire

Stiff upper lip (George Gershwin e Ira Gershwin) – Gracie Allen

Sing of spring (George Gershwin e Ira Gershwin) –The Gregg Smith Singers

The jolly tar and the milk maid (George Gershwin e Ira Gershwin) –The Gregg Smith Singers

Nice work if you can get it (George Gershwin e Ira Gershwin) – Trio feminino e Fred Astaire

Gershwin in Hollywood overture (George Gershwin) – Hollywood Bowl Orchestra, regência de John Mauceri

Just another rhumba (George Gershwin e Ira Gershwin) – Ella Fitzgerald com orquestração de Nelson Riddle

I was doing all right (George Gershwin e Ira Gershwin) – Ella Logan

I love to rhyme (George Gershwin e Ira Gershwin) – Bobby Short

Love walked in (George Gershwin e Ira Gershwin) – Kenny Baker

Love is here to stay (George Gershwin e Ira Gershwin) – Kenny Baker com vozes de Andrea Leeds e Adolphe Menjou

Love is here to stay (George Gershwin e Ira Gershwin) – Hollywood Bowl Orchestra, regência de John Mauceri

 

Concepção, roteiro e apresentação: João Máximo

Edição: Filipe de Castro

 

Confira outros documentários de João Máximo: Cole Porter – O homem e suas canções e Frank Sinatra – A voz do século XX.