Coração materno (Vicente Celestino) – Caetano Veloso

O anacronismo da música de Vicente Celestino, na qual o filho arranca o coração da mãe, não resulta em paródia. Caetano a canta a sério, apontando que o melodrama e a tradição do rádio são características brasileiras que têm lugar no tropicalismo. Pedro Duarte destaca, sobre o recurso à cultura rasgadamente popular: “O tropicalismo, por mais que ame a bossa nova, não é a bossa nova”  Mas Fred Coelho lembra que a lição de João Gilberto foi aprendida: toda canção dá margem a novas interpretações.

Duração do capítulo: 10:29

 

Apresentação: Eucanaã Ferraz

Edição: Filipe Di Castro