Roberto Muggiati encerra no Brasil sua série sobre as músicas de contestação nos últimos três séculos. Do pioneirismo de Chiquinha Gonzaga aos versos descrentes e potentes de Cazuza e Renato Russo, são vários os momentos em que costumes e situações políticas foram alterados por força da música. Chico Buarque é um dos protagonistas do capítulo, mas a seleção tem até uma dupla sertaneja.

Roteiro

Abertura do episódio

Corta-jaca (Chiquinha Gonzaga) – Grupo Chiquinha Gonzaga

Pelo telefone (Donga e Mauro de Almeida) – Donga e Chico Buarque

Terra seca (Ary Barroso) – Orlando Silva

Pau de arara (Luiz Gonzaga e Guio de Moraes) – Luiz Gonzaga

Eu fiz uma viagem (Dorival Caymmi) – Dorival Caymmi

Canção do subdesenvolvido (Carlos Lyra e Chico de Assis) – CPC da UNE

Marcha da quarta-feira de cinzas (Carlos Lyra e Vinicius de Moraes) – Carlos Lyra

Carcará (João do Vale e José Cândido) – Maria Bethânia 

Quero que vá tudo pro inferno (Roberto Carlos e Erasmo Carlos) – Roberto Carlos

Viola enluarada (Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle) – Marcos Valle e Milton Nascimento

Caminhando (Pra não dizer que não falei das flores) (Geraldo Vandré) – Geraldo Vandré

Sabiá (Antonio Carlos Jobim e Chico Buarque) – Cynara e Cybele

É proibido proibir (Caetano Veloso) – Caetano Veloso

Nem vem que não tem (Carlos Imperial) – Wilson Simonal

Cálice (Gilberto Gil e Chico Buarque) – Chico Buarque e Milton Nascimento

Apesar de você (Chico Buarque) – Chico Buarque

Vale tudo (Tim Maia) – Tim Maia

Espinheira (Duduca e Dalvan) – Duduca e Dalvan

Eu sou a mosca que pousou na sua sopa (Raul Seixas e Paulo Coelho) – Raul Seixas

Sangue latino (João Ricardo e João Apolinário) – Ney Matogrosso

Ideologia (Frejat e Cazuza) – Cazuza

Malandragem (Frejat e Cazuza) – Cássia Eller

Que país é este (Renato Russo) – Legião Urbana

 

Concepção, roteiro e apresentação: Roberto Muggiati

Edição e sonorização: Filipe Di Castro