Irineu Garcia, produtor do selo Festa, pensara inicialmente num disco de poemas de Vinicius de Moraes musicados por Tom Jobim. Mas a dupla preferiu criar o repertório quase do zero. Apenas duas músicas já tinham sido feitas antes: Medo de amar, só de Vinicius; e Outra vez, só de Jobim. As outras 11 nasceram por causa de Canção do amor demais, incluindo joias como Janelas abertas e Modinha. Samba-choro que estava na gaveta de Jobim, Chega de saudade ganhou letra de Vinicius, foi escolhida para ser a faixa de abertura e logo se tornaria o carro-chefe da bossa nova. João Máximo detalha música a música, ressaltando aspectos dos arranjos de Jobim, do violão de João Gilberto (inovador em Outra vez Chega de saudade) e das interpretações de Elizeth Cardoso.

Repertório

Soneto de separação (Vinicius de Moraes) – Vinicius de Moraes (declamação)

Janelas abertas (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

As praias desertas (Antonio Carlos Jobim) – Elizeth Cardoso

Medo de amar (Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

Serenata do adeus (Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

Estrada branca (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

Vida bela (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

Caminho de pedra (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

Canção do amor demais (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

Luciana (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

Modinha (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

Eu não existo sem você (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

Outra vez (Antonio Carlos Jobim) – Elizeth Cardoso

Chega de saudade (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

 

Roteiro e apresentação: João Máximo

Edição: Filipe Di Castro