Foi cantando para os clientes endinheirados do Vogue, em Copacabana, que a suburbana Aracy de Almeida se consagrou como a principal intérprete de Noel Rosa. O repertório que ela apresentava na casa noturna chegou aos discos e fez renascer a obra do compositor, então abandonada. Aracy lançou sambas inéditos, como Três apitos, e regravou músicas que estavam esquecidas, casos de Conversa de botequim e O orvalho vem caindo.

Os tempos do Vogue a deixaram mais próxima da ala boêmia da Zona Sul carioca: Antonio Maria, Dorival Caymmi, Vinicius de Moraes e outros. Um dos sambas-canção mais conhecidos de Antonio Maria foi lançado por Aracy: Se eu morresse amanhã.

Duração do capítulo: 58:10

Repertório

Conversa de botequim (Noel Rosa e Vadico) – Aracy de Almeida (Continental, nov.dez/50)

Não tem tradução (Noel Rosa) – Aracy de Almeida (Continental, nov.dez/50)

Mais um samba popular (Noel Roa) – Aracy de Almeida (programa “No tempo de Noel Rosa”, abr/51)

Tem pena de mim (Hervê Cordovil) – Aracy de Almeida, Trio Madrigal, Trio Melodia e Orquestra Continental (Continental, jan/51)

Baião sacudido (Humberto Teixeira e Luiz Bandeira) – Aracy de Almeida, Trio Melodia e Waldir Azevedo e seu Conjunto (Continental, mai/51)

Três apitos (Noel Rosa) – Aracy de Almeida (Continental, mai.jun/51)

O orvalho vem caindo (Noel Rosa e Kid Pepe) – Aracy de Almeida (Continental, mai.jun/51)

Não se aprende na escola (Haroldo Barbosa) – Aracy de Almeida (Continental, jul.set/51)

Chegou Vila Isabel (Fernando Lobo e Manezinho Araújo) – Aracy de Almeida e Abel Ferreira e seu Conjunto (Continental, jan,52)

Se eu morresse amanhã (Antonio Maria) – Aracy de Almeida (Continental, mai.jun/53)

Quando tu passas por mim (Antonio Maria e Vinicius de Moraes) – Aracy de Almeida (Continental, out/53)

Quem vem pra beira do mar (Dorival Caymmi) – Aracy de Almeida (Continental, jun.jul/54)

Voltaste (Noel Rosa) – Aracy de Almeida (Continental, mar/55)

Cor de cinza (Noel Rosa) – Aracy de Almeida (Continental, mar/55)

A melhor do planeta (Noel Rosa) – Aracy de Almeida (Continental, mar/55)

 

Concepção, pesquisa e apresentação: Rodrigo Alzuguir e Pedro Paulo Malta

Locuções: Cristina Buarque, Olivia Byington e Marcos Sacramento

Edição: Filipe Di Castro