Quando João Gilberto gravou o disco Brasil com Caetano Veloso, Gilberto Gil e Maria Bethânia, em 1981, Joaquim Ferreira dos Santos foi escalado pela revista em que trabalhava para tentar uma entrevista com o inacessível cantor. Quando já não tinha qualquer esperança, conseguiu. O artista estava tão falante que, no último telefonema, já de madrugada, o repórter preferiu não atendê-lo, entrando para a história como um jornalista que dispensou João Gilberto.

As crônicas de Joaquim Ferreira dos Santos também podem ser ouvidas no canal de podcasts Rádio Batuta. Use seu app favorito para escutar.

Texto e locução: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição e sonorização: Filipe Di Castro