O contratenor é o homem adulto que consegue cantar como contralto (alto) ou soprano, subtipos de voz feminina. A origem do contratenor remonta ao Império Bizantino, no século A.C., quando os testículos dos meninos com boa voz eram retirados para que ela não engrossasse. Tornaram-se conhecidos no Renascimento como castrati. A prática se tornou ilegal na Itália em 1870. Eucanaã Ferraz recorda essa história e apresenta gravações de contratenores contemporâneos.

Repertório

Franco Fagioli – Valdemaro / Un cor que ben ama (Domenico Sarro) – 4:24

Alfred Deller – Hei, Ho the wind and the rain (Handel sobre versos de Shakespeare) – 1:55

Philippe Jaroussky e Max Emanuel Cenčič – Pietoso nume ancier – Duetto: Se l’idolo che adoro (Giovanni Bononcini) – 2:20

Gérard Lesne – Stabat Mater em fá menor, P. 77: X. Fac ut portem Christi mortem / Alto (Giovanni Battista Pergolesi) – 3:02

Bejun Mehta – Ascanio in Alba, K. 111: Cara, lontano ancora (Mozart) – 4:56

David Daniels – Adelaide Op. 46 (Beethoven) – 6:26

James Bowman – Down by the Salley Gardens (Benjamin Britten sobre versos de Yeats) – 2:13

 

O programa A voz humana é apresentado à 0h de quarta-feira na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Concepção, roteiro e apresentação: Eucanaã Ferraz

Edição e sonorização: Filipe Di Castro