Angela Maria, assim como Dalva de Oliveira, nasceu em família pobre, mas conseguiu se tornar uma estrela graças à sua voz rara e às possibilidades que o rádio oferecia (os programas de calouros, por exemplo). A partir dos anos 1960, com as mudanças no panorama da música brasileira, procurou diversificar seu repertório. Nunca abandonou os palcos e os estúdios. Ela é personagem da série “A mulher na música brasileira”.

Repertório

Vida de bailarina (Chocolate e Américo Seixas) – Angela Maria

Recusa (Herivelto Martins) – Angela Maria

Babalu (Margarita Lecuona) – Angela Maria

Gente humilde (Garoto, Vinicius de Moraes e Chico Buarque) – Angela Maria

Começaria tudo outra vez (Gonzaguinha) – Angela Maria e Cauby Peixoto

Fósforo queimado (Paulo Menezes, Milton Legey e Roberto Lamego) – Angela Maria

 

Roteiro e apresentação: Luiz Fernando Vianna

Edição: Filipe Di Castro