Aracy de Almeida (1914-1988) não foi apenas “a melhor intérprete de Noel Rosa”, como era chamada frequentemente, mas uma das melhores intérpretes brasileiras, passeando por vários gêneros e autores. Sem ter voz cristalina, impôs-se nas décadas de 1930 e 1940 graças a seu enorme talento. O programa recorda essa mulher especial, que terminou a vida estigmatizada como jurada ranzinza de programas de calouros.

Repertório

Último desejo (Noel Rosa) – Aracy de Almeida

Fez bobagem (Assis Valente) – Aracy de Almeida

Cor de cinza (Noel Rosa) – Aracy de Almeida

Sabotagem no morro (Haroldo Lobo e Wilson Batista) – Aracy de Almeida

A voz do morto (Caetano Veloso) – Aracy de Almeida

Eu sei sofrer (Noel Rosa) – Aracy de Almeida

 

Roteiro: Joaquim Ferreira dos Santos

Apresentação: Luiz Fernando Vianna

Edição: Filipe Di Castro

 

Ouça o especial Aracy de Almeida – O samba em pessoa e o programa de Zélia Duncan sobre a cantora.