José Renato Botelho Moschkovich, o cantor Zé Renato, surgiu na cena artística através do grupo Cantares, em 1976. Em 1978, com Maurício Maestro, Claudio Nucci e David Tygel, estreava o Boca Livre. Nos anos 1980, Zé Renato partiu para a carreira solo, marcada por discos muito bem recebidos pela crítica, como o dedicado a regravações do repertório de Sílvio Caldas. Em 2016, ele está lançando uma caixa com quatro CDs: reedições dos dois primeiros álbuns individuais (Fonte da vida, de 1982, e Luz e mistério, de 1984) e mais dois com gravações raras. Neste programa da Batuta, Zé Renato é entrevistado por Joaquim Ferreira dos Santos. Eles conversam sobre a carreira do cantor, que analisa as grandes vozes masculinas da MPB e escolhe músicas desses intérpretes que o marcaram.

Repertório

Faceira (Ary Barroso) – Silvio Caldas

Arranha-céu (Sylvio Caldas e Orestes Barbosa) – Zé Renato

Rosa (Pixinguinha e Otávio de Souza) – Orlando Silva

Leviana / Amor passageiro (Zé Keti) – Zé Renato e Elton Medeiros

Escurinho (Geraldo Pereira) – Roberto Silva

A saudade mata a gente (Antônio Almeida e João de Barro) – Dick Farney

Feitio de oração (Noel Rosa e Vadico) – João Nogueira

As outras vozes de Zé Renato

Apresentação: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição e sonorização: Filipe Di Castro