Benjamin Moser, biógrafo de Clarice Lispector, conversou com o poeta Eucanaã Ferraz sobre A hora da estrela, o último livro publicado em vida pela escritora. Apontando o que o romance tem de singular e universal, ele criticou quem busca engajamento político e destacou um aspecto pouco comentado de sua narrativa: o humor.