Jorge Veiga (1910-1979) tinha o vulgo de “O caricaturista do samba”, e esta gravação de Caixa alta em Paris, composição de Gordurinha, explica bem a razão disso. Ele tinha um repertório de cenas cariocas em que a letra ia desenhando, fazendo uma crônica, caricaturando – sempre com muito humor. É um dos grandes intérpretes do samba sincopado, um gênero que teve, entre outros craques, Cyro Monteiro, Moreira da Silva, Vassourinha e Roberto Silva. Perceba na gravação como ele balança com a voz, o que levou um crítico a dizer que era o único cantor brasileiro que rebolava com o gogó. Fanhoso com estilo, parecia estar sempre sorrindo enquanto cantava. Caixa alta em Paris é de 1962, época em que os colunistas sociais, Brigitte Bardot e a própria cidade luz estavam na moda.

No acervo musical do IMS, há mais 90 registros da arte de Jorge Veiga. Fazem parte das coleções dos pesquisadores José Ramos Tinhorão e Humberto Franceschi. Para pesquisar no acervo, é necessário utilizar o navegador Mozilla Firefox. Escreva no campo de busca os nomes dos artistas e os títulos das músicas que procura. Marque a opção “Música” para ter acesso aos fonogramas. A opção “Biblioteca” inclui partituras e livros.

Seleção e texto: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição: Filipe Di Castro