O conjunto Anjos do Inferno surgiu no Rio de Janeiro em 1934, chegou a fazer excursões pelos Estados Unidos, onde cantou com Carmen Miranda, e encerrou suas atividades, depois de muitas modificações na formação, em meados dos anos 1960. João Gilberto participou do grupo numa rapidíssima passagem em 1954, substituindo Leo Vilar, o crooner original. Eu sambo mesmo é de Janet de Almeida e foi gravado pelo Anjos do Inferno, com Vilar à frente, em 1946. A gravação tem todos os ingredientes que consagraram o grupo, como o ritmo batucado e o arranjo vocal sofisticado, numa sonoridade que mais adiante muitos veriam como provocadora da bossa nova. A propósito, João Gilberto, que já cantava a música em shows muito antes, gravou Eu sambo mesmo em 1991.

 

Seleção e texto: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição: Filipe Di Castro