A cineasta Eliana Caffé retrata em Era o Hotel Cambridge a ocupação de um edifício icônico do centro de São Paulo. Na coluna “Espaço em obra”, da Rádio USP, Guilherme Wisnik elogia a capacidade de o filme evitar o tom militante e dar nuances à história, embaralhando ficção com realidade e pondo atores não profissionais para representar a si próprios.