Nascido em Juiz de Fora (MG) em 23 de abril de 1918, Geraldo Pereira inovou no ritmo do samba e transformou em versos a vida dos morros e dos subúrbios cariocas. No morro da Mangueira, onde chegou aos 12 anos, forjou-se grande compositor e soube retratar, com seu samba sincopado,a malandragem. Suas músicas foram gravadas por Cyro Monteiro, Roberto Silva, João Gilberto, Gal Costa, Chico Buarque e outros.

Músicas

Se você sair chorando (Geraldo Pereira e Nelson Teixeira) – Roberto Paiva

Boca rica (Geraldo Pereira e Arnaldo Passos) – Emilinha Borba

Juraci (Geraldo Pereira e Plínio Costa) – Roberto Silva

Bolinha de papel (Geraldo Pereira) – João Gilberto

Você está sumindo (Geraldo Pereira e Jorge de Castro) – Cyro Monteiro

Falsa baiana (Geraldo Pereira) – Gal Costa (gravação de 1971)

Que samba bom (Geraldo Pereira e Arnaldo Passos) – Blecaute

Chegou a bonitona (Geraldo Pereira e José Batista) – Blecaute

Liberta meu coração (Geraldo Pereira e José Batista) – Abílio Lessa

Pisei num despacho (Geraldo Pereira e Elpídio Viana) – Cyro Monteiro

Cabritada malsucedida (Geraldo Pereira e Wilton Wanderley) – Luiz Melodia

Ministério da Economia (Geraldo Pereira e Arnaldo Passos) – Geraldo Pereira

Pedro do Pedregulho (Geraldo Pereira) – Geraldo Pereira

Até hoje não voltou (Geraldo Pereira e J. Portela) – Cyro Monteiro

Resignação (Geraldo Pereira e Arnô Provenzano) – Odete Amaral

Sem compromisso (Geraldo Pereira e Nelson Trigueiro) – Chico Buarque


Apresentação, pesquisa e texto: Carla Paes Leme

Edição sonorização: Filipe Di Castro