Autor de três livros, o poeta gaúcho Leonardo Marona conversa com Alice Sant’Anna sobre seu próximo título, Óleo das horas dormidas, escrito enquanto estava doente. Ele fala sobre como é trabalhar em uma livraria e lembra uma vez em que viu, entre as estantes, num shopping carioca, o poeta Ferreira Gullar. No fim, Marona lê poemas publicados nos livros Pequenas biografias não-autorizadas (2009) e l’amore no (2011), ambos pela editora 7 Letras, e outros dois inéditos.

 

Edição e sonorização: Filipe Di Castro