Elas já foram musas de muitos compositores. Mas trechos de letras que exaltam louras, morenas e mulatas podem ser avaliados hoje como machistas ou racistas. O programa apresenta alguns exemplos.

Repertório

Loura ou morena (Haroldo Tapajós e Vinicius de Moraes) – Irmãos Tapajós

O teu cabelo não nega (Lamartine Babo e Irmãos Valença) – Castro Barbosa

Linda morena (Lamartine Babo) – Mario Reis

Mulata assanhada (Ataulfo Alves) – Elza Soares

Nega do cabelo duro (Rubens Soares e David Nasser, rap de Emicida) – Elza Soares e Emicida

Da cor do pecado (Bororó) – Sílvio Caldas

 

Roteiro e apresentação: Luiz Fernando Vianna

Edição: Filipe Di Castro