O poeta Eucanaã Ferraz, consultor de literatura do IMS, é frequentemente requisitado para emprestar sua voz a atividades do instituto, tão marcante é sua maneira de ler textos. Em se tratando de poemas, ainda mais fortes são suas interpretações. Os poemas de Mario Quintana reunidos neste programa são apenas seis gravados recentemente por Eucanaã. Servem para mostrar a delicadeza dos versos do poeta gaúcho, cujo nascimento completa 110 anos neste 30 de julho. O acervo pessoal de Quintana se encontra na coordenadoria de literatura do IMS.

Poemas

Canção do meio do mundo – publicado em A rua dos cataventos (1940) apenas com o título XXIV

Canção de muito longe – publicado em Canções (1946)

Canção do amor imprevisto – de Canções (1946)

Cruel amor – de Sapato florido (1948)

Poema – de A vaca e o hipogrifo (1977)

Solau à moda antiga – de Esconderijos do tempo (1980)

 

Locução: Eucanaã Ferraz

Edição e sonorização: Filipe Di Castro

Ouça poemas de Quintana lidos pelo próprio poeta.