Em maio completam-se 450 anos de Claudio Monteverdi, tido como o inventor da ópera. Arthur Dapieve apresenta peças que mostram a atemporalidade da obra do compositor renascentista, entre árias, música sacra e madrigais.

Repertório

L’Orfeo: Vi ricorda o boschi ombrosi (2:11)

Mira, deh mira Orfeo (3:12)

In um fiorito prato (3:23)

Tu se’ morta, mia vita (2:04)

Ahi, caso acerbo (0:54) – Ian Bostridge (tenor), L’Concert d’Astrée e European Voices, regência de Emmanuelle Haïm

L’incoronazione di Poppea: A Dio, Roma! A Dio, patria! Amici, a Dio! (4:28) – Anne Sofie von Otter (meio-soprano) e The English Baroque Soloists, regência de John Eliot Gardiner

L’incoronazione di Poppea: Pur ti miro, pur ti godo, melodia de Benedetto Ferrari della Tiorba (4:15) – René Jacobs (contratenor), Helga Müller-Molinari (meio-soprano), William Christie (cravo), Konrad Junghänel (teorba) e Jaap ter Linden (viola da gamba)

L’Arianna: Lamento d’Arianna (12:51) – Cathy Berberian (meio-soprano) e Concentus Musicus Wien, regência de Nikolaus Harnoncourt

Vespro della Beata Vergine: Audi Coelum (8:36) – Monteverdi Choir e os English Baroque Soloists, regência de John Eliot Gardiner

Secondo libro de’ madrigali: Tutte le bocche belle (2:01) – Concerto Italiano, regência de Claudio Cavina

Setimo libro de’ madrigali: Con che soavità, labbra odorate (4:41) – Emma Kirkby (soprano) e Consort of Musicke, regência de Anthony Rooley

 

Prelúdios é apresentado no último sábado de cada mês, às 20h, na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Apresentação: Arthur Dapieve

Edição: Filipe Di Castro