O conjunto de Betinho (Alberto Borges de Barros, 1918-2000) já era um sucesso na animação dos bailes em São Paulo quando lançou o fox Neurastênico, uma brincadeira de ritmo saltitante, letra onomatopaica e um acompanhamento com destaque para a guitarra e o teclado solovox. As pistas dos bailes ficaram ainda mais cheias. O lançamento é de 1954, de autoria do próprio Betinho e Nazareno de Brito, e foi um sucesso nacional. Muitos críticos consideram Neurastênico, que tem Betinho na guitarra e no vocal, como a primeira gravação rock do Brasil.

 

Seleção e texto: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição: Filipe Di Castro