Os amigos pernambucanos Antônio Maria (foto) e Fernando Lobo fizeram um acordo: qualquer música de um seria assinada também pelo outro. O projeto sucumbiu logo no primeiro disco, como conta João Máximo. Ninguém me ama, na voz de Nora Ney, era só de Maria, mas Lobo saboreava o sucesso como se tivesse participado de sua criação. Brigaram e desfizeram a parceria.

 

Apresentação: João Máximo

Edição e sonorização: Filipe Di Castro