Romualdo Peixoto (1901-1954), o Nonô, foi um célebre pianista da primeira metade do século XX. Hoje mais lembrado como tio de Cyro Monteiro e Cauby Peixoto, era o homem perfeito para traduzir ao piano o samba que surgia no bairro Estácio, no Rio, e logo se tornou nacional. Acompanhou gravações de Noel Rosa e muitos outros, além de realizar discos solo, nos quais ficava clara a influência de Ernesto Nazareth. Bia Paes Leme mostra e explica tudo isso neste programa, que conta com seis músicas.

 

Edição e sonorização: Filipe Di Castro