O cinema sempre foi fonte rica para os músicos de jazz, lembra Reinaldo Figueiredo em seu terceiro programa. Canções como Someday my prince will come (do desenho animado Branca de Neve, da Disney) e os muitos temas feitos por Nino Rota para os filmes de Fellini são exemplos de composições bastante apropriadas pelo jazz. Às vezes um personagem, caso de Borat, inspira um músico como Paquito D’Rivera a criar um tema novo. Reinaldo ainda mostra como Akira Tana partiu da peça de Gounod que abria a série de TV Alfred Hitchcock presents (no Brasil chamou-se Suspense) para realizar uma versão bem peculiar. e uma interpretação de Sleep safe and warm, do filme O bebê de Rosemary.

Repertório

Delilah (Victor Young) – Bobby Hutcherson

Someday my prince will come (Frank Churchill/Larry Morey) – Biréli Lagrène e Sylvain Luc

Il bidone (Nino Rota) – Enrico Pieranunzi

Alfred Hitchcock’s theme (Marcha fúnebre para uma marionete) (Charles Gounod) – Akira Tana

Sleep safe and warm (Krzysztof Komeda) – Tomasz Stanko

Borat in Syracuse (Paquito D’Rivera) – Paquito D’Rivera Quintet

 

Apresentação: Reinaldo Figueiredo

Edição e sonorização: Filipe Di Castro