No cancioneiro brasileiro, há clássicos compostos por notórios chorões, caso do Carinhoso, de Pixinguinha. Na mão contrária, o choro aparece nas obras de importantes cancionistas, como os reunidos por Paulo Aragão e Pedro Paulo Malta neste programa (parceria entre a Batuta e a Casa do Choro): Ary Barroso, Capiba, Vadico, Tom Jobim, Edu Lobo, Francis Hime, Dori Caymmi, Eduardo Gudin, Nelson Cavaquinho, Elton Medeiros e Paulinho da Viola.

Repertório

Divagando (Ary Barroso) – Ary Barroso

Chorando (Ary Barroso) – Jacob do Bandolim

Cem anos de choro (Capiba) – Orquestra de Cordas Dedilhadas de Pernambuco

Chopp (Vadico) – Amilton Godoy

Choro em fá menor (Vadico) – Amilton Godoy

Garoto (Antonio Carlos Jobim) – Raphael Rabello

Pianinho (Edu Lobo e Aldir Blanc) – Cristovão Bastos

Meu caro amigo (Francis Hime e Chico Buarque) – Maogani

Armadilhas de um romance (Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro) – Dori Caymmi

Águas passadas (Eduardo Gudin e Roberto Riberti) – MPB-4 e Eduardo Gudin

Caminhando (Nelson Cavaquinho) – Nelson Cavaquinho

Amarelinho (Elton Medeiros e Téo de Oliveira) – Galo Preto

Sarau para Raphael (Paulinho da Viola) – Paulinho da Viola

 

O Casa do Choro tem edições mensais, entrando no site da Batuta às 22h da segunda segunda-feira do mês, mesmo horário em que vai ao ar na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Apresentação: Pedro Paulo Malta

Roteiro: Pedro Paulo Malta e Paulo Aragão

Edição: Alexandre Hang