Paulinho da Viola não é só um grande nome do samba, mas também do choro. Foi o pai, o violonista Cesar Faria, quem o iniciou no gênero. E ele nunca deixou de compor e interpretar choros. “É o gênero que mais me comove dentro de nossa música popular”, escreveu no encarte do disco Memórias chorando (1976)

O Casa do Choro destaca esse lado do artista reunindo composições suas, tocadas por diversos músicos, inclusive o próprio autor.

Repertório

Valsachorando (Paulinho da Viola) – João Pedro Borges (violão)

Relembrando Pernambuco (Paulinho da Viola) – João Pedro Borges (violão) e Paulinho da Viola (cavaquinho)

Rosinha, essa menina (Paulinho da Viola) – Paulinho da Viola (violão e cavaquinho), Cesar Faria (violão), Jorginho (pandeiro), Hércules (reco-reco) e Chaplin (coco)

Beliscando (Paulinho da Viola) – Paulinho da Viola (cavaquinho), Chiquinho (bandolim), Cesar Faria (violão), Copinha (flauta), Elton Medeiros (pandeiro), Chaplin (tamborim) e Hércules (ganzá)

Choro de memórias (Paulinho da Viola) – Paulinho da Viola (cavaquinho), Cesar Faria (violão), Dininho (baixo elétrico), Cristóvão Bastos (piano), Chaplin (afoxé) e Hércules (bateria)

Itanhangá (Paulinho da Viola) – Fábio Zanon (violão)

Maxixe do Galo (Paulinho da Viola) – Galo Preto

Lembrança de Jonas (Paulinho da Viola) – Nó em Pingo D’água e Cristovão Bastos (piano)

Floreando (Paulinho da Viola) – Márcia Taborda (violão) e Luciana Rabello (cavaquinho)

Sarau de Radamés (Paulinho da Viola) – Toca de Tatu

Um sarau para Raphael (Paulinho da Viola) – Paulinho da Viola (cavaquinho), Cristovão Bastos (piano) e Nó em Pinto D’água

Inesquecível (Paulinho da Viola) – Maogani

 

Casa do Choro, parceria com a instituição de mesmo nome, tem edições mensais, entrando no site da Batuta na segunda segunda-feira do mês. No mesmo dia, às 22h, vai ao ar na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Apresentação: Pedro Paulo Malta

Roteiro: Pedro Paulo Malta e Paulo Aragão

Edição: Alexandre Hang