O novo romance do argentino Ricardo Piglia prova sua vitalidade aos 74 anos. Caminho de Ida é vibrante, debochado e um tanto melancólico. A história se passa numa universidade dos EUA dos anos 1990, época do matemático terrorista Unabomber.

 

Edição e sonorização: Filipe Di Castro