Wilma Bentivegna (1919-2015) é da tradição do canto dramático de Dalva de Oliveira, embora sem tanta extensão vocal, e fez carreira de sucesso na década de 1950, basicamente nas rádios e gravadoras de São Paulo, onde nasceu. Gravava versões, de preferência boleros e canções do mais sofrido arrebatamento sentimental, como o Hino ao amor, que consagrou Edith Piaf. Só tristeza é desse tipo. De autoria de Odair Marzano e Paulo Rogério, o samba abolerado foi gravado em 1959 e tem o acompanhamento da orquestra de Waldemiro Lenke.

Seleção e texto: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição: Filipe Di Castro