O pesquisador Rodrigo Alzuguir passou dez anos debruçado sobre a vida de Wilson Baptista para fazer a biografia O samba foi sua glória (Casa da Palavra). São 583 páginas sobre a vida do sambista com mais de 500 músicas já catalogadas – outras muitas se perderam, pois Wilson é do tempo em que vender samba era coisa muito natural. Algumas são clássicos indiscutíveis do repertório nacional, como Oh! seu Oscar, Louco e Acertei no milhar.

Nesta audição de "As canções que eles fizeram pra mim", conduzida por Joaquim Ferreira dos Santos, Rodrigo apresenta dez músicas, quase todas do lado B, menos conhecidas, do grande compositor que, nascido em Campos (RJ), mudou-se adolescente para o Rio e viveu a implantação do samba urbano e do mercado de entretenimento musical na cidade.

Foi parceiro de Ataulfo Alves, Haroldo Lobo, Nássara e Roberto Martins, e teve músicas gravadas por todos os grandes cantores, como Carmen Miranda, Aracy de Almeida, Mario Reis, Cyro Monteiro, Orlando Silva e muitos outros. Neste programa, Alzuguir conta detalhes dessas criações, os cenários por onde Wilson andava (com destaque para o Café Nice) e mostra que ele foi muito mais do que aquele sambista, ainda desconhecido, que se meteu numa polêmica com o grande Noel Rosa.

Músicas

Na estrada da vida (Wilson Baptista) – Luiz Barbosa

Se você fosse inteligente (Francisco Malfitano e Frazão) – Dupla Verde-Amarelo

Lenço no pescoço (Wilson Baptista) – Silvio Caldas

Oh! Seu Oscar (Ataulfo Alves e Wilson Baptista) – Cyro Monteiro

Boca de siri (Wilson Baptista e Germano Augusto) – Odette Amaral

Lealdade (Wilson Baptista e Jorge de Castro) – Orlando Silva

Café Nice (Wilson Baptista e Jorge de Castro) – Nelson Gonçalves

Artigo nacional (Wilson Baptista e Germano Augusto) – Cynara Rios

Cabo Laurindo (Wilson Baptista e Haroldo Lobo) – Jorge Veiga

Coisas do destino (Wilson Baptista) – Jogadores do Flamengo

 

Apresentação: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição e sonorização: Filipe Di Castro