Programas

  • Programas

    Programas variados que fazem parte da grade atual da Batuta estão reunidos aqui.

  • Música é História

    O programa passeia pela história da música brasileira em edições avulsas ou em séries, como as dedicadas aos grandes compositores e aos cem anos do samba. Uma versão de cinco minutos vai ao ar aos domingos, às 14h50, na CBN. A versão integral fica na Batuta.

    VER TODOS

    Mulheres históricas

    Mulheres históricas

    A série "A mulher na música brasileira" reúne figuras femininas como Chica da Silva (na foto, Zezé Motta no papel) e Zuzu Angel. O programa ainda tem músicas que citam Luzia, a mulher de 11 mil anos atrás cujo fóssil foi destruído no incêndio do Museu Nacional, e a princesa Isabel.

    09.09.2018
    Mulheres rendeiras, fortes e do forró

    Mulheres rendeiras, fortes e do forró

    Personagens como a "paraíba mulher-macho" e a "comadre Sebastiana" estão entre as nordestinas lembradas neste episódio da série "A mulher na música brasileira". A homenagem se estende a artistas como Almira Castilho, Marinês, Amelinha e Elba Ramalho.

    02.09.2018
    Inezita Barroso

    Inezita Barroso

    Inezita Barroso era de família rica, mas gostava de ouvir gente do interior cantando música caipira. Tornou-se pesquisada e intérprete fundamental, não deixando de lançar canções urbanas, como Ronda. A artista de vida singular está na série "A mulher na música brasileira".

    26.08.2018

    Playlist do Zuza

    Zuza Homem de Mello, nome consagrado quando o assunto é música brasileira, reúne no programa gravações de sua preferência, combinando registros consagrados e contemporâneos. Ele é autor de livros como A canção no tempo (em parceria com Jairo Severiano), João Gilberto, Música com Z e A era dos festivais. Playlist do Zuza é uma parceria com a Rádio USP (93.7 FM em São Paulo), que veicula o programa às 17h de sexta-feira, dia em que entra no site da Batuta. A Rádio MEC FM do Rio de Janeiro apresenta às 22h de sexta. O tema de abertura é "Incompatibilidade de gênios" (João Bosco e Aldir Blanc).

    VER TODOS

    Mehmari e Mirabassi; Zizi e Mart’nália; Ouro Negro, Bruno Batista…

    Mehmari e Mirabassi; Zizi e Mart’nália; Ouro Negro, Bruno Batista…

    Zuza Homem de Mello destaca o encontro especial entre o clarinetista italiano Gabriele Mirabassi e o pianista brasileiro André Mehmari (ambos na foto). Há mais encontros e mais música instrumental no programa, que termina com um artista revelado no Maranhão: Bruno Batista.

    14.09.2018
    “Chiclete com banana”, Yamandu, Vitor Ramil, Isabel Padovani…

    “Chiclete com banana”, Yamandu, Vitor Ramil, Isabel Padovani…

    A interpretação de Gilberto Gil para Chiclete com banana é destaque na seleção de Zuza Homem de Mello. A música instrumental está representada por Yamandu Costa (foto), Anat Cohen, Lourenço Rebetez e Antonio Adolfo. Entre os cantores há Vitor Ramil, Izabel Padovani e Pedro Miranda.

    07.09.2018
    Mutantes, samba e bossa nova de primeira, novos nomes…

    Mutantes, samba e bossa nova de primeira, novos nomes…

    Os Mutantes (foto), cantando Jorge Ben Jor, é um dos destaques do programa, que também tem faixas especiais de samba e bossa nova. Zuza Homem de Mello ainda selecionou jovens como Marina Melo, Sylvio Fraga, Drê e Hercules Gomes.

    31.08.2018

    Casa do Choro

    Em edições mensais, o programa (parceria da Batuta com a Casa do Choro, do Rio de Janeiro) apresenta destaques da extensa produção do choro. O gênero permanece se renovando graças a compositores e intérpretes que conhecem bem a tradição de Pixinguinha e outros grandes músicos. Apresentado pelo cantor e pesquisador Pedro Paulo Malta e com roteiro de Malta e do violonista e arranjador Paulo Aragão, cada novo episódio entra no site da Batuta às segundas segundas-feiras do mês, às 22h. No mesmo horário vai ao ar na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz). O tema do prefixo é Candango, de Pedro Paes, com a Furiosa Portátil.

    VER TODOS

    Orquestras populares, parte 1: sopros

    Orquestras populares, parte 1: sopros

    O primeiro de dois episódios sobre orquestras populares seleciona conjuntos em que os sopros são destaque, como Tabajara, Pessoal da Velha Guarda (liderada por Pixinguinha), Mantiqueira (foto) e Furiosa Portátil. No repertório, músicas que fazem dançar.

    10.09.2018
    Seleção de solistas

    Seleção de solistas

    Para representar a alta qualidade dos jovens músicos de choro, Paulo Aragão e Pedro Paulo Malta selecionaram gravações de cinco solistas: o violonista João Camarero, o trompetista Aquiles Moraes e os bandolinistas Tiago Souza, Fernando Dalcin e Rafael Marques.

    13.08.2018
    Joaquim Callado, 170 anos

    Joaquim Callado, 170 anos

    Mestiço e pobre num país escravocrata, Joaquim Callado nasceu em julho de 1848 e, em menos de 32 anos de vida, consagrou-se como pioneiro do choro. É dele um clássico do gênero: A flor amorosa. O programa reúne composições suas em gravações recentes e numa de Ernesto Nazareth.

    09.07.2018

    A volta ao jazz em 80 mundos

    Reinaldo Figueiredo apresenta o programa, que estreou em 2013. Ele começou a gostar de jazz entrando pela porta da bossa nova. Depois de ver ao vivo Leny Andrade com o Bossa Três, saiu comprando discos de trio piano/baixo/bateria. Nos anos 1970, enquanto era cartunista no jornal O Pasquim, também tocava pandeiro num obscuro conjunto de choro que nem nome tinha, mas era apelidado de Época de Merda. Em 1984, com Hubert e Claudio Paiva, criou o tablóide de humor O Planeta Diário. Nos anos 1980 e 1990, integrante do Casseta & Planeta, participou como baixista dos shows musicais do grupo. Desde 1998 toca contrabaixo na CEJ (Companhia Estadual de Jazz), grupo dedicado ao samba-jazz. O título do programa faz ao alusão ao livro A volta ao dia em 80 mundos, do escritor argentino e jazzófilo Julio Cortázar. O prefixo do programa é Hot bean strut, do pianista panamenho Danilo Perez.

    VER TODOS

    O jazz de 1968

    O jazz de 1968

    Reinaldo Figueiredo mostra que o histórico 1968 também teve momentos marcantes no jazz, como o disco de Miles Davis acompanhado de pianos elétricos e o cultuado LP "Underground", de Thelonious Monk, com sua capa cheia de referências e invenções.

    15.09.2018
    Egberto Gismonti – 70 anos e 70 discos

    Egberto Gismonti – 70 anos e 70 discos

    Egberto Gismonti chegou aos 70 anos gravando e sendo gravado em todo o mundo, mas sem retirar o Brasil de sua música. Reinaldo Figueiredo selecionou uma faixa de seus 70 discos e, também, composições interpretadas por artistas de vários países.

    11.08.2018
    Nossos craques “estrangeiros” – Segundo tempo

    Nossos craques “estrangeiros” – Segundo tempo

    Reinaldo Figueiredo retoma um jogo que criou em 2014: selecionar gravações de músicos brasileiros que brilham no exterior. No time de agora estão o pianista Dom Salvador (foto), o percussionista Airto Moreira, o trombonista Raul de Souza e outros.

    21.07.2018

    Prelúdios

    Arthur Dapieve apresenta o programa, que estreou em 2013. Ele é jornalista desde 1986, trabalhando na área de cultura no "Jornal do Brasil" e em "O Globo", do qual é colunista, além do site "NoPonto". Tem dez livros entre ficção e não ficção, alguns sobre música, como BRock - o rock brasileiro dos anos 80 (1995) e Renato Russo - O trovador solitário (2000). Escuta música clássica desde que era um adolescente fã de rock progressivo e hoje dedica a Bach, Tchaikovsky e Mahler a maioria do seu tempo.

    VER TODOS

    Nino Rota, o Puccini do cinema

    Nino Rota, o Puccini do cinema

    Nino Rota está entre os maiores compositores de trilhas para cinema, como as de O poderoso chefão e de filmes de Federico Fellini. Trechos delas estão neste programa de Arthur Dapieve, que também selecionou movimentos de sinfonias e concertos.

    25.08.2018
    O centenário Bernstein

    O centenário Bernstein

    Uma canção do musical West Side story e movimentos de sinfonias estão no repertório selecionado por Arthur Dapieve para celebrar o centenário de Leonard Bernstein, um dos compositores e maestros mais importantes do século XX.

    28.07.2018
    O violino, solo

    O violino, solo

    Sozinho, o violino pode ser ainda mais pungente do que ao lado de um piano, num quarteto de cordas ou à frente de uma orquestra. Arthur Dapieve mostra isso com gravações da chacona de Bach, de um capricho de Paganini e de outras composições.

    29.06.2018

    Estúdio Batuta

    A Batuta recebe artistas em seu estúdio para entrevistas e números musicais. Mostramos aqui os resultados desses encontros.

    VER TODOS

    Moraes Moreira

    Moraes Moreira

    O cantor e compositor recorda os Novos Baianos com músicas, histórias divertidas e cordel. No estúdio da Batuta, ele ainda mostra como João Gilberto o influenciou e explica o CD Ser tão, que remete à sua infância no interior.

    17.09.2018
    Adriana Calcanhotto, a mulher do pau-brasil

    Adriana Calcanhotto, a mulher do pau-brasil

    Adriana Calcanhotto detalha, em entrevista a Eucanaã Ferraz, as referências de seu show A mulher do pau-brasil, concebido em Portugal, onde dá aulas. Ela canta a música-título; O cu do mundo, de Caetano; a sua Inverno e Juízo final, de Nelson Cavaquinho.

    24.08.2018
    João Donato

    João Donato

    João Donato tocou Amazonas, Nasci para bailar e outras célebres composições no estúdio da Batuta, com seu piano elétrico. Também recordou a infância no Acre e passagens de sua carreira, como os 12 anos nos EUA e o momento em que suas músicas passaram a ganhar letras.

    28.07.2018

    Literatura em voz alta

    O programa apresenta gravações de poemas, contos e trechos de romances, feitas muitas vezes pelos próprios autores, em registros pouco conhecidos. Também há trechos de palestras, como as realizadas no Clube de Leitura do IMS.

    VER TODOS

    Literatura e conflitos – A poesia brasileira e a Segunda Guerra Mundial

    Literatura e conflitos – A poesia brasileira e a Segunda Guerra Mundial

    Carlos Drummond de Andrade (foto), Cecília Meireles e Murilo Mendes estão entre os autores brasileiros que escreveram textos contundentes sobre a Segunda Guerra. Seus poemas foram analisados pelo professor da USP Murilo Marcondes de Moura no ciclo "Literatura e conflitos".

    01.02.2018
    Literatura e conflitos – A guerra não tem rosto de mulher

    Literatura e conflitos – A guerra não tem rosto de mulher

    Ao analisar a obra de Svetlana Aleksiévitch no curso Literatura e conflitos, Paulo Roberto Pires ressaltou que a vencedora do Nobel de Literatura de 2015 descarta a história triunfal e observa a devastação provocada nas pessoas por guerras e tragédias, sempre do ponto de vista das...

    25.01.2018
    Literatura e conflitos – O tempo e o vento

    Literatura e conflitos – O tempo e o vento

    Em sua aula sobre O tempo e o vento, no curso Literatura e conflitos, Regina Zilberman destacou a opção de Erico Verissimo por subverter versões oficiais da história do Rio Grande do Sul. A Guerra dos Farrapos é observada a partir dos sofrimentos causados às mulheres.

    18.01.2018

    Rádio Pensamento

    A Rádio Pensamento é um espaço da Rádio Batuta voltado para entrevistas e comentários que podem passear por filosofia, sociologia e artes, buscando visões originais sobre temas diversos.

    VER TODOS

    Gal, Callado e Ana C. nos tempos da ditadura

    Gal, Callado e Ana C. nos tempos da ditadura

    No livro Tudo em volta está deserto, Eduardo Jardim reflete sobre a arte na ditadura a partir do show Gal a todo vapor, do romance Quarup e da poesia de Ana Cristina Cesar. Para ele, arte e pensamento são mais efetivos do que engajamento político.

    01.12.2017
    Lillian Ross

    Lillian Ross

    O tema do podcast da serrote é Lillian Ross, a estrela do jornalismo norte-americano que morreu aos 99 anos em setembro. Seu perfil de Ernest Hemingway, publicado em 1950, permanece como exemplo de grande reportagem, capaz de mostrar o lado patético do escritor.

    16.11.2017
    Perto de Foucault

    Perto de Foucault

    Roberto Machado comenta, no podcast da serrote, seu livro Impressões de Michel Foucault. Ele recorda a convivência entre "um jovem professor subdesenvolvido e uma estrela internacional da filosofia", conta histórias divertidas e ressalta a originalidade do pensador francês.

    02.11.2017
    Reação ao artista nu

    Reação ao artista nu

    Os protestos contra a performance de um artista nu, tocado por uma criança, fazem parte de um quadro de "cala a boca geral" desejado pelos setores conservadores, diz Guilherme Wisnik em sua coluna "Espaço em obra" (Rádio USP).

    05.10.2017
    O IMS Paulista

    O IMS Paulista

    Professor de arquitetura e urbanismo da USP, Guilherme Wisnik analisa em sua coluna "Espaço em obra" (Rádio USP) o edifício do IMS Paulista, inaugurado em 19 de setembro.

    21.09.2017
    As caravanas de Chico Buarque

    As caravanas de Chico Buarque

    Guilherme Wisnik analisa, em sua coluna "Espaço em obra" (Rádio USP), a melodia e a letra de As caravanas, canção de Chico Buarque que ele classifica de "poderosa". A música ressalta o lugar diferente que Chico, ex-unanimidade nacional, ocupa hoje no Brasil.

    08.09.2017
    Francisco Bosco e o silêncio

    Francisco Bosco e o silêncio

    Francisco Bosco lê para a Rádio Pensamento um trecho da conferência de encerramento do ciclo "O silêncio e a prosa do mundo". Ele lembra como um acidente grave o levou aos livros e a trocar o mundano pelo mundo.

    09.10.2013
    O silêncio por Pedro Duarte

    O silêncio por Pedro Duarte

    O professor de filosofia Pedro Duarte, que participa do ciclo "O silêncio e a prosa do mundo", diz que a recusa à "confusão babélica" de hoje é quase impossível, mas que hierarquizar falas é necessária. E destaca o "esforço de linguagem" dos cartazes das manifestações.

    17.08.2013
    O silêncio por Francis Wolff

    O silêncio por Francis Wolff

    O ciclo de conferências "O silêncio e a prosa do mundo" está começando no Rio e em SP com o filósofo Francis Wolff, que fala em entrevista para o programa Rádio Pensamento sobre as várias formas de silêncio.

    14.08.2013
    Gal, Callado e Ana C. nos tempos da ditadura

    Gal, Callado e Ana C. nos tempos da ditadura

    No livro Tudo em volta está deserto, Eduardo Jardim reflete sobre a arte na ditadura a partir do show Gal a todo vapor, do romance Quarup e da poesia de Ana Cristina Cesar. Para ele, arte e pensamento são mais efetivos do que engajamento político.

    01.12.2017
    Lillian Ross

    Lillian Ross

    O tema do podcast da serrote é Lillian Ross, a estrela do jornalismo norte-americano que morreu aos 99 anos em setembro. Seu perfil de Ernest Hemingway, publicado em 1950, permanece como exemplo de grande reportagem, capaz de mostrar o lado patético do escritor.

    16.11.2017
    Perto de Foucault

    Perto de Foucault

    Roberto Machado comenta, no podcast da serrote, seu livro Impressões de Michel Foucault. Ele recorda a convivência entre "um jovem professor subdesenvolvido e uma estrela internacional da filosofia", conta histórias divertidas e ressalta a originalidade do pensador francês.

    02.11.2017