Caetano Veloso, que completa 74 anos neste 7 de agosto, usou a passagem do tempo como uma das marcas de sua poesia. Esta playlist, organizada por Joaquim Ferreira dos Santos, mostra alguns exemplos de como as referências à infância (Onde eu nasci passa um rio), aos acontecimentos familiares (Mãe) ou à crônica de sua movimentação geográfica (Meu Rio) marcaram as canções do grande compositor baiano.

Repertório

Onde eu nasci passa um rio (Caetano Veloso) – Maria Bethânia

Oração ao tempo (Caetano Veloso) – Caetano Veloso

Força estranha (Caetano Veloso) – Roberto Carlos

Itapuã (Caetano Veloso) – Caetano Veloso e Moreno Veloso

O homem velho (Caetano Veloso) – Caetano Veloso

Trilhos urbanos (Caetano Veloso) – Luisa Maita

Genipapo absoluto (Caetano Veloso) – Caetano Veloso

Tudo dói (Caetano Veloso) – Gal Costa

Meu Rio (Caetano Veloso) – Caetano Veloso

Mãe (Caetano Veloso) – Gal Costa

 

Seleção: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição e sonorização: Filipe Di Castro