Juízo final, o samba de Nelson Cavaquinho (e assinado também por Élcio Soares), está na abertura da novela A regra do jogo. Ele foi lançado em 1973, na voz do próprio Nelson. Desde então a música faz parte do repertório de shows ou discos de muitos artistas. A gravação que abre a novela é a de Alcione. Foi retirada toda a base instrumental para que a dramaticidade da voz da cantora e a letra filosófica, um resumo do enredo da novela de João Emanuel Carneiro, fossem sublinhadas. Aqui ouvimos como Alcione lançou. O clima da canção é sombrio, marca registrada da voz, da melodia e até mesmo do violão de Nelson. A letra vai na mão contrária. Fala de esperança, do sol que voltará a brilhar e da vitória do bem sobre o mal. A Batuta aproveitou a evidência da novela para listar diversas abordagens que Juízo final já teve. Há as de grandes intérpretes do samba, como Clara Nunes e Beth Carvalho, até versões mais pop, como a de Fred 04, do Mundo Livre, e a instrumental de Lúcio Maia, da Nação Zumbi. Há versões de estúdio, como a de Jards Macalé e Elton Medeiros, e outras ao vivo (Fabiana Cozza) ou feitas para programas de TV (Luiz Melodia ou Diogo Nogueira e Hamilton de Holanda). Há até a de uma israelense apaixonada por música brasileira, Noa Peled.

Intérpretes

1 – Alcione

2 – Clara Nunes

3 – Nelson Cavaquinho

4 – Beth Carvalho

5 – Jards Macalé e Elton Medeiros

6 – Zizi Possi

7 – Diogo Nogueira e Hamilton de Holanda

8 – Fabiana Cozza

9 – Luiz Melodia

10 – Luciana Souza

11 – Zeca Baleiro

12 – Noa Peled e João Borba

13 – Fred Zero Quatro

14 – Lúcio Maia

15 – Arnaldo Antunes

16 – Dona Ivone Lara

17 – Nicolas Krassik

 

Seleção: Joaquim Ferreira dos Santos e Luiz Fernando Vianna

Edição e sonorização: Filipe Di Castro