Caetano Veloso homenageou uma de suas professoras, Neide Candolina, com uma canção em 1991. Mas os mestres não têm sido lembrados na música brasileira como poderiam. A Rádio Batuta saúda o dia dos professores, 15 de outubro, com uma relação de alguns momentos em que eles são reverenciados. Além de Caetano, há, por exemplo, um samba bem-humorado na voz de Cyro Monteiro, Professora de latim, que vê a mulata mais sedutora do morro empoderada, antes da existência da palavra; e a saudação melancólica do mineiro Ataulfo Alves à sua professorinha de Miraí.

 

Repertório

Professora de latim (Raul Marques e Waldemar Silva) – Cyro Monteiro

Professora (Jorge Faraj e Benedito Lacerda) – Sílvio Caldas

Meus tempos de criança (Ataulfo Alves) – Ataulfo Alves e suas pastoras

Teste ao samba (Paulo da Portela) – Velha Guarda da Portela

Neide Candolina (Caetano Veloso) – Caetano Veloso

Professor de natação (Avarese e Maurílio Santos) – Geraldo Pereira

Estudante (Adelino Moreira e Nelson Gonçalves) – Nelson Gonçalves

Anjos da guarda (Leci Brandão) – Leci Brandão

 

Seleção: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição e sonorização: Filipe Di Castro