Fagner

Moyseis Marques

Nei Lopes, Moyseis Marques, Renato Braz e vários duos

Os duos estão em alta no programa de Zuza Homem de Mello: Ná Ozzetti e Marcelo Pretto, Joanna e Fagner, Toninho Ferragutti e Bebê Kramer etc. O samba também aparece em vários formatos e vozes, como as de Nei Lopes, Moyseis Marques (foto) e Renato Braz.

10.11.2017

Tom, Vinicius e João Gilberto na versão original de 'Garota de Ipanema'. E Pixinguinha, Caymmi, Noel...

Tom, Vinicius e João Gilberto na versão original de ‘Garota de Ipanema’. E Pixinguinha, Caymmi, Noel…

Nunca lançados comercialmente, os registros originais de Tom Jobim, Vinicius de Moraes, João Gilberto e Os Cariocas cantando Garota de Ipanema e Só danço samba estão na playlist de Zuza Homem de Mello.

25.08.2017

Tom Jobim, Nora Ney, Nei Lopes, Ricardo Silveira, Gaúcho da Fronteira...

Tom Jobim, Nora Ney, Nei Lopes, Ricardo Silveira, Gaúcho da Fronteira…

A playlist semanal de Zuza Homem de Mello tem artistas hoje pouco lembradas e artistas jovens que já começam a chamar atenção, como Grupo Fato e Mihay. O program tem samba, jazz, bolero e Tom Jobim como autor de um tema instrumental e como intérprete de uma valsa de Vinicius de Moraes.

16.06.2017

Belchior e Gilberto Gil

Belchior x Caetano, Ceará x Bahia

A morte de Belchior trouxe novamente à tona as rusgas entre artistas cearenses e os tropicalistas baianos nos anos 1970. Joaquim Ferreira dos Santos recorda a história. Houve momentos de trégua, como uma parceria entre Gilberto Gil e Belchior.

05.05.2017

Maíra Freitas

João Bosco, João Nogueira, Jongo Trio, Maíra Freitas, Cantores de Ébano…

Samba, soul, samba-jazz e outros balanços estão na nova seleção de Zuza Homem de Mello. A voz de Nilo Amaro, expoente dos Cantores de Ébano, e o suingue de Maíra Freitas (foto), filha de Martinho da Vila, estão entre os destaques.

14.04.2017

Fagner mandou me avisar: "vou te encher de porrada"

Fagner mandou me avisar: “vou te encher de porrada”

Joaquim Ferreira dos Santos quase apanhou de Fagner nos anos 1980, daí o título de sua nova crônica. Hoje seria difícil tamanha raiva, porque “o elogio babão corre solto” na imprensa. Ninguém fala mal de ninguém, nem mesmo de Caetano Veloso endeusando MC Beijinho.

27.01.2017