Geração de 1942/Paulinho da Viola

Paulinho da Viola

Geração de 1942/Paulinho da Viola – Bebadosamba

Paulinho realizou em 1996 um excelente disco, Bebadosamba, e desde então não entrou mais em estúdios. Mas fez bons discos ao vivo, gravando pela primeira vez As rosas não falam e mantendo-se no topo da MPB, apesar da produção reduzida.

03.12.2017

Paulinho da Viola

Geração de 1942/Paulinho da Viola – Eu canto samba

Depois de três bons discos realizados entre 1981 e 1983, Paulinho da Viola deu uma guinada em sua carreira: passou a gravar menos, compor menos, a ser mais cuidadoso com o tempo. Eu canto samba (1989) já é dessa nova fase, que se estende até hoje.

26.11.2017

Paulinho da Viola

Geração de 1942/Paulinho da Viola – Memórias

A produção intensa de Paulinho nos anos 1970 incluiu um tema de abertura de novela criado em apenas um fim de semana e dois discos gravados simultaneamente: Memórias – Cantando e Memórias – Chorando. Foi época de sucessos como Argumento e Coração leviano.

19.11.2017

Paulinho da Viola

Geração de 1942/Paulinho da Viola – Foi um rio que passou

A relação de Paulinho com a Portela é destaque do episódio: o título em 1966, a desconfiança após sua homenagem à Mangueira e as pazes feitas com Foi um rio que passou em minha vida. A carreira se firmou com canções como Para ver as meninas e Dança da solidão.

12.11.2017

Paulinho da Viola

Geração de 1942/Paulinho da Viola – Coisas do mundo

A série sobre Paulinho da Viola começa recordando sua formação especial (pai violonista, que era amigo de Pixinguinha e Jacob do Bandolim), a chegada à Portela, as primeiras gravações e os festivais com Coisas do mundo, minha nega e Sinal fechado.

05.11.2017