JAZZ

Lionel Hampton

Os vibrafonistas estão chegando

O vibrafone foi lançado no jazz por Lionel Hampton (foto), na década de 1930, e fez história no gênero graças a Milt Jackson, Bobby Hutcherson e outros músicos. Reinaldo Figueiredo selecionou gravações de alguns deles e incluiu no time do programa os brasileiros Jota Moraes e Arthur Dutra.

17.03.2018

Youn Sun Nah

Outras vozes

Muito boas, mas não muito conhecidas, as cantoras contemporâneas de jazz selecionadas para este programa mostram, segundo Reinaldo Figueiredo, que o legado de Ella Fitzgerald e Sarah Vaughan não se perdeu. A sul-coreana Youn Sun Nah (foto) interpreta um tema de Egberto Gismonti.

17.02.2018

O importante não é o tamanho do órgão, mas o prazer que ele proporciona

O importante não é o tamanho do órgão, mas o prazer que ele proporciona

O órgão elétrico surgiu em 1935 e, a partir dos anos 1950, passou a ser utilizado no jazz. Jimmy Smith (foto) foi o primeiro craque. Reinaldo Figueiredo apresenta gravações de outros, como Joey DeFrancesco, Dr. Lonnie Smith e uma canadense que se radicou no Brasil, Vanessa Rodrigues.

20.01.2018

Parte da Banda Mantiqueira

O balanço do ano. E que balanço!

Reinaldo Figueiredo montou uma seleção brasileira para o programa de destaques de 2017. Hermeto Pascoal, Antonio Adolfo, Bocato e a Banda Mantiqueira (foto) estão entre os que realizaram gravações marcantes no ano.

09.12.2017

Thelonious Monk e Dizzy Gillespie

100 anos de Dizzy e Monk

Reinaldo Figueiredo dedica o programa aos centenários do pianista Thelonious Monk e do trompetista Dizzy Gillespie, que se completam em outubro. Ele selecionou gravações dos dois gigantes do jazz e composições deles tocadas por outros artistas.

21.10.2017

Herbie Hancock e Tom Jobim

Jazz é ao vivo, e você tem que estar lá!

É impossível reproduzir o impacto do jazz ouvido na hora em que está sendo tocado. Mas gravações ao vivo reduzem bem o problema. Reinaldo Figueiredo selecionou um encontro entre Tom Jobim e Herbie Hancock, além de registros de Michel Petrucciani, Stefano Bollani e outros.

23.09.2017

Wayne Shorter

Wayne Shorter em dose dupla

Reinaldo Figueiredo apresenta diferentes gravações de músicas de Wayne Shorter, considerado um dos grandes compositores do jazz. Além de versões do próprio saxofonista, há interpretações de Toots Thielemans, Chano Dominguez e dos brasileiros Antonio Adolfo e Robertinho Silva, entre outros.

19.08.2017

Mauricio Einhorn: 85 de vida e 80 de música

Mauricio Einhorn: 85 de vida e 80 de música

O maior nome da harmônica no jazz brasileiro é reverenciado no CD Viva Mauricio Einhorn!. Reinaldo Figueiredo apresenta oito das faixas, recorda duas do próprio instrumentista em ação e uma do saxofonista Paquito D’Rivera, que costuma encerrar seus shows tocando Estamos aí.

22.07.2017