Francis Hime poderia ter se tornado engenheiro; Edu Lobo estudava Direito e cogitava ser diplomata; Chico Buarque mirava na arquitetura. Os três tiveram suas rotas de vida definitivamente desviadas para a música graças a Vinicius de Moraes. Os dois primeiros fizeram as primeiras parcerias com o poeta na casa de Olivia Hime, em Petrópolis. Para Chico, Vinicius era presença frequente em sua casa, por causa da amizade com seu pai, Sérgio Buarque de Holanda ("Ele era adorado lá em casa, um herói"). Os três dão depoimentos neste programa, no qual se ouvem algumas das criações que o letrista fez com eles: entre outras, Sem mais adeus e Teresa sabe sambar (com Francis); Só me fez bem e Canto triste (com Edu); Valsinha e Desalento (com Chico).

Este documentário vai ao ar numa parceria da Rádio Batuta com a Rádio Cultura Brasil (www.culturabrasil.com.br) e a VM Cultural (www.viniciusdemoraes.com.br), que representa a família de Vinicius.