Vinicius sofreu em Los Angeles a morte do pai, Clodoaldo, e o estremecimento do casamento com Tati. Em 1953, mudou-se para Paris casado com Lila Bôscoli, com quem teve mais dois filhos. Foram apresentados assim por Rubem Braga: “Vinicius de Moraes. Lila Bôscoli. E seja o que Deus que quiser”. Durou oito anos a relação. Na capital francesa, começou a nascer Orfeu da Conceição. Também é lembrada no episódio a amizade com Antonio Maria. O programa apresenta ainda uma versão de O operário em construção (poema escrito por Vinicius em 1956 e transformado em cantata por Radamés Gnattali) que era inédita em 1993, quando João Máximo realizou este grande documentário.

Este documentário vai ao ar numa parceria da Rádio Batuta com a Rádio Cultura Brasil (www.culturabrasil.com.br) e a VM Cultural (www.viniciusdemoraes.com.br), que representa a família de Vinicius.