Em 1970, Stephen Sondheim estreou um de seus melhores e mais bem-sucedidos musicais, um marco na sua trajetória: Company. O tema central é o casamento, e o protagonista é um solteirão. Embora a história não seja autobiográfica, Sondheim era solteiro aos 40 anos. Só foi se unir a um companheiro aos 60.

Outro musical fundamental do compositor, Follies (1971), é tratado aqui por João Máximo. No repertório do capítulo estão algumas das canções mais conhecidas de Sondheim, como Losing my mind e Send in the clowns. E tem uma paródia de Garota de Ipanema.

Repertório

A salute to Stephen Sondheim (temas de Sondheim arranjados por Charles Prince) – Barbican Centre Orchestra

Don’t laugh (Mary Rodgers e Stephen Sondheim) – Phyllis Newman

The boy from… (Mary Rodgers e Stephen Sondheim como Esteban Rio Nido) – Linda Lavin

Company (Stephen Sondheim) – Elenco original da Broadway

Getting married today (Stephen Sondheim) – Beth Howland, Steve Elmore e Teri Ralston

Side by side by side (Stephen Sondheim) – Dean Jones e elenco original

The ladies who launch (Stephen Sondheim) – Elaine Stritch

Beautiful girls (Stephen Sondheim) – Andre Gregory, Arthur Rubin, elenco de Follies in Concert e Filarmônica de Nova York, regida por Paul Gemignani

Losing my mind (Stephen Sondheim) – Dorothy Collins

Who’s that woman? (Stephen Sondheim) – Mary McCarthy e atrizes do elenco original da Broadway

I’m still here (Stephen Sondheim) – Yvonne De Carlo

Night Waltz (Stephen Sondheim) – Orquestra regida por Harold Hastings

Remember (Stephen Sondheim) – Benjamin Rayson, Teri Ralston, Barbara Lang, Gene Varrone e Beth Fowler

You must meet my wife (Stephen Sondheim) – Len Cariou, Glynis Johns e orquestra

Send in the clowns (Stephen Sondheim) – Glynis Johns

 

Roteiro e apresentação: João Máximo

Edição: Filipe Di Castro