Vadico tinha seu nome omitido nos filmes do Hollywood. Voltou para o Brasil e descobriu que, até nas suas famosas parcerias com Noel Rosa, o crédito não lhe era dado. Fez um acordo com a gravadora Continental para, enfim, gravar um LP. Mas sua carreira solo de pianista, embora de alta qualidade musical, não decolou. E não aceitou o convite de Vinicius de Moraes para fazer a trilha de Orfeu da Conceição, deixando a vaga aberta para o jovem Tom Jobim. João Máximo conta, no episódio final da série, que Vadico terminou a vida amargurado e sem dinheiro, vivendo num quarto onde só havia a cama e um piano de parede. Morreu em São Paulo, em 1962, aos 52 anos.

Repertório

Chope (Vadico) – Amilton Godoy

Feitiço da Vila (Vadico e Noel Rosa) – Aracy de Almeida com Radamés Gnattali e Orquestra

Duvidoso (Vadico) – Vadico e Seu Conjunto

Minha cabrocha (Lamartine Babo) – Vadico e Seu Conjunto. Vocal: Zezinho

Mais um samba popular (Vadico e Noel Rosa) – Ana Cristina

Cor de cinza (Noel Rosa) – Aracy de Almeida com Vadico e Orquestra

Noel Rosa (Vadico e David Nasser) – Leny Eversong

Vai, Astor (Vadico) – Vadico com Astor Silva e Orquestra

Seleção de solos de piano de Vadico: Leva meu samba (Ataulfo Alves); Lá vem a baiana (Dorival Caymmi); Faceira (Ary Barroso) – Vadico e Orquestra

Julgamento (Vadico e Marino Pinto) – Marcio Montarroyos e Orquestra

Só pode ser com você (Vadico e Noel Rosa) – Adauto Santos

Prenúncio (Vadico e Marino Pinto) – Marisa Barroso

Depoimento de Vinicius de Moraes

Sempre a esperar (Vadico e Vinicius de Moraes) – Elizeth Cardoso

Guanabara (Vadico e Aloysio de Oliveira) – Aurora Miranda

(Vadico e Marino Pinto) – Elizeth Cardoso

Até quando? (Vadico e Marino Pinto) – Elizeth Cardoso

Coração, atenção (Vadico e Marino Pinto) – Helena de Lima

Prece (Vadico e Marino Pinto) – Helena de Lima

Espera (Vadico e Edson Borges) – Agostinho dos Santos

Dói muito mais a dor (Vadico e Edson Borges) – Agostinho dos Santos

Sempre a esperar (Vadico e Marino Pinto) – Raul de Barros e Orquestra

Prece (Vadico e Marino Pinto) – Dominguinhos e Orquestra

 

Concepção, roteiro e apresentação: João Máximo

Edição e sonorização: Filipe Di Castro