Stephen Sondheim, que não queria mais compor a dois, abriu uma exceção a Leonard Bernstein, seu parceiro em West Side Story. Depois, voltou às criações solitárias. Fracassou em The frogs, que chamou  de “desperdício”. Fez sucesso com Sweenet Todd, em que comprovou sua aversão à obviedade: um musical sobre um barbeiro serial killer que se une a uma canibal. A história viraria filme de Tim Burton, com Johnny Depp e Helena Bonham Carter (na foto desta página).

João Máximo conta que o compositor pensou em largar o teatro tamanha foi a frustração pelo fracasso de Merrily we roll along, do qual saiu uma canção inesquecível: Not a day goes by.  Mal de público e ótimo de crítica (ganhou o Prêmio Pulitzer), Sunday in the park with George é outra amostra da originalidade de Sondheim e, também, do autor e diretor James Lepine: um espetáculo que reproduz numa tela impressionista de Georges Seurat.

Repertório

Send in the clowns (Stephen Sondheim) – Orquestra com arranjo de Bob Krogstad

Life is happiness indeed (Leonard Bernstein e Stephen Sondheim) – Jerry Hadley, Kurt Olmann, June Anderson, Della Jones e Sinfônica de Londres

“The frogs” fanfarre (Stephen Sondheim) – Nathan Lane, Brian Stokes Mitchell e coro

Hymnos: Evoe! (Stephen Sondheim) – Nathan Lane, Brian Stokes Mitchell e coro

The advantages of floating in the middle of the sea (Stephen Sondheim) – Mako e elenco original

Poems (Stephen Sondheim) – Isao Sato e Sab Shimono

Prelude / The ballad of Sweeney Todd (Stephen Sondheim) – Len Cariou e elenco original

Wait (Stephen Sondheim) – Angela Lansbury e Len Cariou

Kiss me (Stephen Sondheim) – Sarah Rice e Victor Garber

Johanna (cena do ato II) (Stephen Sondheim) – Victor Garber, Len Cariou, Merle Louise e Sarah Rice

Opening doors (Stephen Sondheim) – Jim Walton, Ann Morrison e Lanny Price

Not a day goes by (Stephen Sondheim) – Judy Collins

Old friends (Stephen Sondheim) – Jim Walton, Ann Morrison e Lanny Price

Putting it together (Stephen Sondheim) – Mandy Pantinkin e elenco

Sunday (Stephen Sondheim) – Mandy Pantinkin e elenco

 

Roteiro e apresentação: João Máximo

Edição: Filipe Di Castro