O saxofonista John Coltrane e o contrabaixista Charles Mingus são duas das divindades do jazz que Aldir Blanc cultua com fervor (e não há muitas outras em seu altar). É o que ele relata em Coltrane e Mingus, texto presente no livro O gabinete do doutor Blanc – Sobre jazz, literatura e outros improvisos (editora Mórula) e aqui lido por Reinaldo Figueiredo. Ainda é possível escutar dois standards citados por Aldir.

 

Repertório

Body and soul (Johnny Green, Edward Heyman, Robert Sour e Frank Eyton) – John Coltrane

Cryin’ blues (Charles Mingus) – Charles Mingus

 

Narração: Reinaldo Figueiredo

Edição e sonorização: Filipe Di Castro