Conhecido como “o catedrático do samba”, Germano Mathias aprendeu as manhas do gênero nas rodas de engraxate do centro de São Paulo, nos bairros da periferia, nos quatro cantos da cidade. Tudo isso está traduzido nas suas interpretações, cheias de bossa e balanço. Craque do samba sincopado, também cantou muitas criações de compositores cariocas, como Padeirinho. Aos 87 anos, completados em junho de 2021, ele ganhou um tributo no álbum #PartiuZePelintra, com produção de Manu Lafer e participação de, entre outros, Gilberto Gil, Fafá de Belém, Zeca Baleiro, Zélia Duncan e Fabiana Cozza. Neste programa, Joaquim Ferreira dos Santos traça um panorama de sua carreira.

Repertório

Lata de graxa (Mário Vieira e Geraldo Blota) – Germano Mathias

Samba de periferia (Elzo Augusto) – Germano Mathias

Guarde a sandália dela (Sereno e Germano Mathias) – Germano Mathias

Falso rebolado (Venâncio e Jorge Costa) – Germano Mathias

Malandro de araque (Rafael Gentil e F.M. Cabral) – Germano Mathias

Bacharel de gafieira (Conde) – Fafá de Belém

Amigo do garfo (Manu Lafer) – Gilberto Gil e Bem Gil

A situação do escurinho (Padeirinho e Aldecir Louro) – Gilberto Gil

Senhor delegado (Jaú e Antoninho Lopes) – Germano Mathias

Malandro não vacila (Germano Mathias) – Germano Mathias, Zeca Baleiro e Manu Lafer

Barra pesada (Padeirinho) – Germano Mathias

São Paulo, mãe madrinha (Elzo Augusto) – Adoniran Barbosa

 

Apresentação: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição: Filipe Di Castro