Desde o primeiro disco solo, em 1975, Ney Matogrosso tem regravado canções que ouviu no rádio da infância e na coleção de discos de 78 rotações por minuto do pai. Neste programa, Joaquim Ferreira dos Santos apresenta algumas dessas pérolas que o cantor, 80 anos em 1º de agosto de 2021, recolheu do repertório de ídolos de sua formação, como Angela Maria, Dalva de Oliveira, Carmen Miranda, Cartola e outros. São interpretações que resumem a carreira de Ney Matogrosso: um artista comprometido com as ousadias de seu tempo, mas reverente às tradições que o formaram.

Repertório

Boneca cobiçada (Biá e Bolinha) – Ney Matogrosso

Lábios de mel (Waldir Rocha) – Ney Matogrosso

Fósforo queimado (Paulo Menezes, Milton Legey e Roberto Lamego) – Ney Matogrosso

Mãe preta (Barco negro) (Caco Velho e Piratini) – Ney Matogrosso

Cachorro vira-lata (Alberto Ribeiro) – Ney Matogrosso

Teu retrato (Nelson Gonçalves e Benjamin Batista) – Ney Matogrosso

Feitiço da Vila (Noel Rosa e Vadico) – Ney Matogrosso, Francis Hime (piano) e Raphael Rabello (violão) – Ney Matogrosso

Segredo (Herivelto Martins e Marino Pinto) – Ney Matogrosso

De cigarro em cigarro (Luiz Bonfá) – Ney Matogrosso

Tristeza do Jeca (Angelino de Oliveira) – Ney Matogrosso

Só louco (Dorival Caymmi) – Ney Matogrosso e Marina de La Riva

Corrente (Chico Buarque) – Ney Matogrosso

Senões (Cartola e Nuno Veloso) – Ney Matogrosso

Desfigurado (Cartola) – Ney Matogrosso

 

Apresentação: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição: Filipe Di Castro

 

Gravações anteriores às de Ney feitas em discos de 78 rotações por minuto podem ser pesquisadas no site Discografia Brasileira, do IMS.